13 de julho de 2006

Nascer do Sol no Pico Ruivo
(13-07-2006)

Embora estas fotografias não possam fazer justiça ao que os nossos olhos viram, aqui fica a crónica de um dia iniciado no ponto mais alto do arquipélago da Madeira.

Para Norte, ainda antes do Sol nascer, já se fazia anunciar com um horizonte pintado de cores sem fim.
20060713-vs-2047

Do lado oposto, a lua quase cheia vigiáva-nos rodeada de um azul profundo.
20060713-ss-0019

Pelo Vale dos Socorridos vinham subindo as névoas matinais cobrindo completamente o Curral das Freiras, no fundo da cordilheira central.
20060713-vs-2048

O frio não era tanto como esperávamos e, apesar de algum vento, estava-se bem lá em cima.
20060713-vs-2049
20060713-ss-0021

Ao longe já se pode distinguir o 3º pico, o do Areeiro.
20060713-vs-2051
20060713-vs-2064
20060713-vs-2066
20060713-ss-0025

Um pouco abaixo, a casa de abrigo permanece em silêncio. Nenhum dos seus ocupantes parece interessado em assistir ao espectáculo que se aproxima.
20060713-vs-2067

Por alguns instantes certamente o homem mais elevado de todo o arquipélago.
20060713-vs-2074

E na pequena engenhoca que nos traz a TV a esta altitude ouve-se de repente, cerca das 7:05, no noticiário matinal: “Trânsito na 2ª circular já se apresenta bastante congestionado neste momento...”.
20060713-vs-2079

Mas a partir daqui qualquer palavra se tornará superflua. O Sol chegou...
20060713-vs-2081
20060713-vs-2085
20060713-vs-2092
20060713-vs-2093
20060713-vs-2094
20060713-vs-2096
20060713-vs-2097
20060713-ss-0038
20060713-ss-0044
20060713-ss-0046
20060713-ss-0055
20060713-ss-0058
20060713-ss-0060
20060713-ss-0064
20060713-ss-0067
20060713-vs-2104
20060713-vs-2110
20060713-vs-2114
20060713-ss-0070
20060713-vs-2116
20060713-vs-2119
20060713-vs-2121
20060713-vs-2123
20060713-vs-2127
20060713-vs-2128
20060713-vs-2129

“OS CÉUS E A TERRA CANTAM A GLÓRIA DE DEUS”
20060713-ss-0035

20060713-vs-2132

O Cabeço da Lenha em destaque nesta imagem, uma pequena homenagem à Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal.
20060713-vs-2133

20060713-vs-2134

Por vezes vale a pena fazer directas. Até breve.
20060713-ss-0082

Fotos de Suzano Sousa e Virgílio Silva

13 Comentário(s):

Blogger Papoila_Rubra disse...

Magnífico!!!!!

algures
uma máquina indiscreta
ousou surpreender
e registou
o espreguiçar sonolento
do sol nascente
em seu magnífico ninho
de fofo e puro algodão
sob o olhar protector
do seu pai luar
e da mãe lua...

até se consegue "lá" estar... :)

14 julho, 2006 09:35  
Blogger RodiNet disse...

Porreiro, adoraria assistir um nascer do Sol aí. Têm de fazer agora é um pôr do Sol na Ponta Delgada ;)

14 julho, 2006 16:27  
Anonymous Virgílio disse...

Olá Papoila Rubra,

Parece que além do poema lhe "devemos" um muito obrigado pela divulgação que tem feito do nosso trabalho.

Quando voltar a casa, vai ver que não lhe faltam visitas para pôr em dia, porque a Madeira é uma pequena ilha cheia de lugares mágicos.

14 julho, 2006 18:03  
Anonymous Virgílio disse...

Rodolfo,

Ponta Delgada, Açores, presumo. Porque à nossa, qualquer amante de pôr do Sol consegue lá chegar quase tão depressa quanto o Sol leva a deitar-se :o)

Boa ideia. Queres aproveitar o entusiasmo e dar uma mão na organização?

Para já fica na lista de desejos a realizar cá do clube.

Não parece complicado. Haja vontade e pernas para andar :o)

14 julho, 2006 18:12  
Blogger Papoila_Rubra disse...

Caro Virgílio

Agradeço as suas palavras, mas, nada me deve. :)

Encontrando-me distante, ao ver a minha terra através dos seus olhos, torna-se fácil e natural dar voz à emoção...

Eu é que fico beneficiada e agradeço a partilha de tão belas e artísticas imagens.

Que vontade nunca vos falte para continuarem. Este é o meu desejo, dirigido a toda a equipa, neste singelo agradecimento.

15 julho, 2006 01:33  
Blogger RodiNet disse...

Ponta Delgada a nossa claro.
Não acho assim tão fácil lá chegar, até aos Prazeres talvez, pq depois é chatinho tanta curva.
Quanto à organização, não tem nada que saber. Transporte não é problema, uns frangos assados, pão caseiro e umas bebidas, e tá feito...

16 julho, 2006 22:16  
Anonymous Virgílio disse...

Rodolfo,
"Ponta Delgada a nossa claro"...
Fui reconfirmar ao mapa, só para ter a certeza que a subida ao Pico Ruivo não tinha baralhado a minha geografia...
Parece-me que queres dizer Ponta do Pargo... Concordo :o)
Quanto às muitas curvas no caminho, recomendo um truque que resulta: se fores devagar as rectas parecem mais longas e a ilha não parece tão pequena :o)
Já agora, para todos os amantes de pôres de Sol, por acaso nesta altura do ano, uma vez que o Sol se encontra mais a norte no Verão, os miradouros do Norte da ilha com vistas abertas para Oeste são pontos privilegiados para a sua observação (Seixal, Ponta Delgada, S. Jorge, por exemplo).
Quanto à Ponta Delgada (Açores), fica na lista de projectos do clube.

17 julho, 2006 09:41  
Blogger Don Amaro disse...

Great images!
Mais uma ideia excelente de você para nos fazer um isto dias.

18 julho, 2006 08:59  
Blogger RodiNet disse...

Fénix, não é que me engano sempre!!!
Confundo a Ponta Delgada com a Ponta do Pargo. Não tem nada a ver mas, é uma questão de pontas :D

19 julho, 2006 00:09  
Blogger Helena disse...

Os fotógrafos estão de parabéns! As fotos estão magníficas, esse mar de nuvens está espectacular!

22 julho, 2006 21:00  
Anonymous Neo_bluesky disse...

A reportagem fotografica esta', de facto, magnifica. Estando nos antipodas da Ilha da Madeira, ver estas fotografias fizeram-me regressar 'as origens e recordar o quao bela 'e a terra onde nasci... pelo menos nos locais onde a intervencao humana ainda nao chegou.
Um grande obrigado e parabens aos artistas!
Neo

12 agosto, 2006 13:04  
Blogger Uxka disse...

Magníficas fotos. Saudades de fazer uma directa dessas, com uma garrafa de poncha e cartas para passar a noite.

25 setembro, 2006 02:22  
Blogger AMOTEMAR disse...

Emoçao desde o inicio ao fim:)
Sem palavras:)
Sortudo é akele que presencia tal tela natural,pintada...

11 dezembro, 2010 11:23  

ESCREVER UM COMENTÁRIO

<< Home